Wednesday, February 7, 2007

Casaco Orwell #14: A gola e as vistas (1ª parte) – Orwell Coat #14: Collar and facings (Part one)

Antes de explicar como fiz a aplicação da gola e das vistas, gostaria de deixar bem explícito que por vezes uso métodos pouco ortodoxos na costura, métodos esses que fui aperfeiçoando ao longo dos anos ao aprender sozinha a costurar. Não quero que algumas leitoras julguem que considero saber mais ou melhor do que elas, não se trata disso. Penso que cada uma de nós tem os seus métodos próprios e, se produzirem bons resultados, não há qualquer razão para deixarem de fazer as coisas dessa forma. Neste blog pretendo essencialmente mostrar como faço as coisas, dar-vos ideias e partilhar esta paixão pela costura que me move. Os métodos que uso têm resultado bem para mim mas mesmo assim considero-me aberta a aprender outras técnicas e a aplicá-las sempre que se justifique. Posso dizer-vos que leio atentamente muitos dos blogs aqui listados e que estou sempre a aprender coisas novas com o trabalho de outras costureiras; além disso, procuro coleccionar todos os livros sobre o assunto que consiga arranjar.
Há várias formas de fazer a mesma coisa em costura; o método a usar para produzir um determinado resultado deve ter em consideração todos os factores, como o tipo de tecido, características especiais do modelo (como neste caso a aplicação do vivo no rebordo), a facilidade de execução, o material/ferramentas disponíveis, etc.
Before I go on, I would like to make a statement: some of my sewing methods may seem unorthodox; they were developed through the years and following my personal learning experience. This doesn't mean that my methods are better than other methods; I believe each one of us sewists have our special way of doing things, the knowledge of years of experience and expertise. Here at Couture et Tricot my aim is to share what I make and how I make it; I want to share the sewing passion that moves me and many others like me. Maybe this inspires you, the way reading other sewing blogs has inspired me too.
When it comes to garment construction there aren't universal methods, one can produce the same result via many different ways; the choice of a method reflects many factors, like the fabric in use, special design features (like the piping on the Orwell coat), the notions/tools available, etc.

A próxima fase do trabalho é uma fase crítica; se correr mal este casaco nunca vai poder considerar-se perfeito no sentido em que um defeito na gola e nas lapelas fará com que todo o casaco pareça mal executado. Se observarem bem, a gola e as vistas são aplicadas de forma a que o vivo faça o contorno pela gola e frentes do casaco. Tendo este facto em atenção, resolvi aplicar a gola e as vistas de uma forma que penso não ser muito vulgar, mas que costumo usar em casacos e jaquetas com bons resultados. O método explicado no livro da Burda e seguido nas instruções dos moldes da revista é completamente diferente e considero-o mais complicado, além de muitas vezes não produzir os melhores resultados.
Making the collar and lapels is a critical step into achieving best results; if this goes wrong this coat will never be perfect in a way that a small defect on the collar/lapels can compromise the entire project. Observe the piping on the collar/front edges and lapels; keeping this factor in mind, I've chosen a method that may seem unfamiliar to some of you (I've never seen this method in any sewing book exactly as I do it, that's why I make this assumption), but that I've already used it on many jackets and coats before.

Antes de tudo, coso a parte debaixo da gola ao corpo do casaco (na figura estou exactamente no ângulo interno da gola):
First thing I do is to stitch the undercollar to the coat's neckline (in the next picture you can see where I reach the inset corner and where I pivot the seam):
Como em qualquer costura, primeiro passo a ferro ao longo da costura com as peças sobrepostas (isto permite aos pontos fundirem-se com o tecido e também faz com que a costura fique mais lisa e sem rugas quando for aberta a ferro). Em seguida, como é uma costura redonda, faço os cortezinhos em "v" nos valores de costura; só depois a costura é assente a ferro aberta, como podem ver na figura seguinte:
It's important to press every stitched seam before pressing them flat open; this way the stitches are melted into the fabric. Before pressing the seam open, I clip it (it's a rounded seam):
Podem ver aqui o corpo do casaco com a parte de baixo da gola aplicada:
This is a picture of the undercollar attached to the neckline, on the dressform:
Vamos agora tratar das vistas: primeiro coso as vistas da frente à vista de trás do decote, pelas costuras dos ombros, e abro as costuras a ferro:
Next step is sewing the facings; I stitch front facings to the back facing (shoulder seams) and I press seams open:
Em seguida coso a parte superior da gola às vistas, pela linha do decote e repito o procedimento que foi usado para coser a parte inferior da gola ao corpo do casaco (na figura estou a prender a parte de cima da gola à linha do decote das vistas, para depois coser):
Next I stitch the uppercollar to the facings' neckline and I repeat the procedure used to sew the undercollar (see undercollar pinned to the neckline, just before I stitch them together; I follow exactly the same procedure for the uppercollar and facings):
Reparem numa coisa: a camada superior da gola e as lapelas nas vistas, por ficarem viradas em cima da parte inferior, precisam de ser um pouco maiores do que as partes inferiores correspondentes; algumas companhias de moldes já têm este diferencial em conta quando desenham os moldes das vistas e parte superior da gola, mas no caso da Burda, esse diferencial tem de ser estimado. A melhor forma de fazermos isso é colocando as camadas de tecido no manequim, exactamente como irão ficar na realidade e marcar o diferencial que permite dobrar a gola e lapelas sem repuxar; para termos a certeza que as peças ficam bem alinhadas, prendemos sobrepostas as costuras do decote das vistas e a linha da dobra das lapelas, avesso contra avesso, com alfinetes:
Now I must establish the extra differential needed for the uppercollar/front facings to accommodate the roll line; some pattern companies have this differential included on the facings/uppercollar, others, like BWOF, trust you to determine this for yourselves. The best way to achieve this differential is to pin everything together (wrong sides facing each other) overlaping the neckline and lapel fold:
E aqui vê-me a marcar a diferença com alfinetes, já com as peças no manequim; essa diferença deve ser marcada ao longo do rebordo da gola e lapelas.
In the next pictures you can see me pin marking the differential on the uppercollar and front facings (lapels) just following the collar/lapels edge to the collar break:

Depois destas marcações, separo novamente as peças e passo uma segunda linha de alinhavos pelas novas marcações:
After this I unpin the facings and thread trace the new stitching line for the upper collar and front facings:
A linha interior de alinhavos pode ser retirada pois foi substituída pela nova marcação.
I remove the older thread tracing, keeping the new one as a stitching guide to overlap facings and collar to the jacket.

(continua…)
(to be continued…)


4 comments:

KayBee said...

Well, I'm a self-taught sewer and always relied on trial/error, good friends and books to learn to sew. For a few years now the internet provides a wealth of information and knowledge of fellow sewers and - boy am I glad for this!
I really enjoy reading your blog and fully agree with you that everybody has their own ways of doing things, sometimes looking very unconventional. But as long the outcome is beautiful - who cares!
This way of attaching the upper collar to the coat/under collar I've never seen before, nor would I come up with this myself - I'm still scratching my head and really, really looking forward to the conclusion....

madhatter said...

what a stunning piece!
funny thing that i made the collar on my actual japanese jacket the same way. with the self-drafted patterns pinning is the only way to make the collar "somehow right". (still, the thing is missing the lining... *sigh*)
you´re a very talented sewer, indeed!

toya said...

I love the fact that you take the time to show your creating process, its awesome for new sewers like me, I don't care if its "by the book" or not, maybe your way is more easier than professional books, maybe I will like yours better, or maybe I will just have it as another way I can do things, anyway its always a treat to read your blog, I look forward to your daily updates.

Tany said...

I'm happy that my work is appreciated! Thank you!
Madhatter: Welcome to Couture et Tricot!