Wednesday, January 17, 2007

2006 #3: BEF 9/2006 Saia 3A – BEF 9/2006 Skirt 3A

Esta saia é muito simples de fazer e de ajustar ao corpo pois é constituída por oito painéis iguais e não tem cós à parte. Assim sendo, apenas necessita de um molde, que serve para cortar todas as peças. De lado leva um fecho invisível que fica disfarçado numa das costuras. Vejam nas figuras seguintes a fotografia do modelo da revista e o esquema:
This is a very easy skirt, both to sew and fit to the body because of its eight panel design and also because you won’t have to sew a separate waist band to it. It has an invisible zipper on the left side seam. Se the picture of the model taken from the magazine and the line drawing below:

Na revista Burda Easy Fashion 9/2006 têm este molde traçado nos tamanhos 34, 36, 38, 40, 42 e 44. Podem ver aqui o molde único usado para fazer esta saia:
Pattern sizing: 34, 36, 38, 40, 42 and 44 (european sizes). See the only pattern needed to cut the fabric in next picture:
O material necessário para todas as medidas é apenas 1,3m de tecido com 1,5m de largura, 0.45m de forro (1,4m de largura), fecho invisível de 20cm, o pé calcador especial para aplicar o fecho invisível, linhas para coser e linhas para fazer o feitio nas costuras.
Notions (all sizes): 1,3m (1,5m wide) of fabric, 0,45m (1,4m wide) of lining, invisible zipper 20cm long, special purpose foot for the machine, sewing thread and contrasting thread to serge SAs.

Na minha versão utilizei a mesma bombazina fininha que usei para a tira vertical do vestido Adolfo Dominguez (esta tira foi feita com o que sobrou da saia, gosto de aproveitar tudo). Como podem observar, os valores de costura ficam virados para o direito da saia e são abertos a ferro. As orlas são acabadas com a corta-e-cose usando linha branca de espessura média nas lançadeiras e linha preta normal na agulha. Podem ver aqui o pormenor deste acabamento:
On my version of this skirt I used the same black thin corduroy used on the vertical stripe of the Adolfo Dominguez Dress (In fact, the stripe was made out of the remaining fabric from this skirt). You can see that SAs are pressed open on the right side of the garment and finished with a serger narrow three-thread overedge stitch. I used white medium width thread in the loopers and black regular thread in the needle. You can see this detail in next picture:
O fecho invisível (para quem não sabe, é um fecho especial muito fino que se consegue coser escondido na costura) é aplicado com um pé calcador específico para este tipo de fechos na máquina de costura (há à venda nas retrosarias e pode-se comprar juntamente com o fecho); na revista têm o esquema e as instruções tanto para a aplicação do fecho como para costurar a saia por inteiro, incluindo o forro e a sua aplicação na saia (o forro é reforçado na cintura com fita de viés antes de ser cosido à saia. Podem ver aqui ao perto como ficou o fecho invisível:
The invisible zipper is sewn on the left side of the garment with the help of a special purpose machine foot. In the magazine you can find line drawings and explanations on how to do this for a reverse seam as this one. There are also directions on how to sew the lining to the skirt. I reinforced the waist with bias tape, attaching it to the lining before lining and fabric are sewn together. The waist is topstitched on the right side of the garment.
O forro vai só até à zona onde os godés começam a abrir e é cortado usando o mesmo molde da saia, mas sem a parte debaixo dos godés. Fiz assim porque vinha nas instruções, mas se costurasse esta saia outra vez, acho que faria o forro mais comprido, a acabar cerca de 3cm da bainha. Como não o fiz, planeio acrescentar uma renda na beira da bainha mal encontre uma adequada para o efeito.
The directions tell you to make the lining shortening the pattern a little too much (in my opinion). If I was to sew this skirt again, I would choose to make the lining 3cm above the hem line, instead of shortening it this much… Now it’s too late to do that, so I plan to add large lace to the lining hem instead, to make it longer, as soon as I find the right lace for this purpose.
Para provar a saia podem fazer primeiro uma experiência em tecido barato; cortam o molde de acordo com a vossa medida da anca, marcam-no mesmo a lápis no tecido; depois cortam as peças deixando margens grandes por uma questão de segurança. Alinhavam as peças todas umas às outras (deixem os valores de costura para o lado direito), alinhavam o fecho também e depois vestem a saia; é muito fácil verem onde têm de acrescentar ou tirar largura à saia nas costuras; depois devem marcar os panos com as alterações que fizeram e numerá-los, pois é possível que agora não estejam todos iguais e precisem de saber onde fica cada um; cortam os panos pelas linhas de costura e podem usá-los como molde para fazer a saia definitiva!
Fitting this skirt is really easy even for the beginner sewer: I advise you to make a muslin first, to test the pattern. I would trace the pattern on muslin fabric using a sharp pencil, so all the lines are well visible. You should cut large SAs to make adjustments; the muslin is then basted together, SAs facing the right side, and the zipper is basted on the side too. Then the garment should be fit to the body, making small adjustments on the seams. It should look good, not too tight or too loose. Then, all the adjustments are transferred to the muslin and traced again with a pencil. The muslin (after perfectioning the fit) can be used as a pattern to cut your final garment fabric! There is the possibility that, after the fit, the eight pattern pieces won’t be equal to each other anymore; if that happens, you should label all pattern pieces so you keep track of wich goes where.

Este molde, além de um desenho interessante, permite várias variações, jogando com o tecido e com o tipo de acabamento das costuras. As costuras podem costurar-se da forma normal (viradas para dentro), podem ser viradas para fora e bordadas à mão com ponto de cobertor usando linha contrastante, podem aplicar renda ou até fazer um vivo de croché. Se usarem um tecido estampado, na minha opinião devem manter o acabamento o mais simples possível; se usarem um tecido de cor sólida, fica giro jogar com contrastes nas costuras, até porque linhas verticais criam a ilusão óptica de figuras mais esbeltas!
This pattern has an interesting design and can be subject to several variations if you play with different fabrics and different SA finishing’s. Possibilities are numerous: regular seams, blanket stitched seams using contrasting thread, lace, crocheted piping, just to state a few.
Vista de costas: Back view:

11 comments:

filomena said...

Fica-te muito bem ;o)

Abi said...

Stunning.I need to push higher up Project list.

Sharon said...

What a great skirt! I love the seam detailing.

Mamã Martinho said...

Adorei!!!
Simplesmente divinal!
Queria pedir-te um favor, que não sei se é possivel e não é muito correcto. Queria o esquema da saia e explicaçãoes. Achas que dá? è que gostei tanto dela, que estou cheia de vontade de fazer. Claro que terei a juda da minha mãe, especialmente na parte do corte e cose, pois ela tem essa máquina. Se fizer o modelo (que aviso não será para já pois será um modelo de verão), depois envio-te uma foto de como ficou.

Bjs

Mónica

LMH said...

This must be the skirt that you had mentioned doing with deconstructed/serged seams. I like it. The Gunex skirt could easily be done like this too. I wish it had been as straightforward & rational to get a side zip in on that skirt's French seams as it was for your skirt. Oh well. Best not have seams standing up on the sides of the hips anyway! :)

Tany said...

Monica: A revista ainda está à venda (pelo menos estava, há 2 ou 3 dias atrás)! Quando fizeres a saia, adoraria que me enviasses uma foto! Fico à espera de notícias tuas!

Tany said...

Hi LMH! Yes, this is the skirt I had mentioned on your blog! The side zipper is much easier to insert on this “pressed open” kind of seams… On the Gunex skirt you could do this if you open the outer inverted french seam where the zipper is to be located … Anyway, I think I prefer regular side seams/regular invisible zipper insertion in the Gunex skirt too, because the inverted French seams aren’t supposed to lay flat like the ones on this skirt… I think you’ve made the right choice there. I’m waiting to see your progress!

Liana said...

Great skirt, and you look wonderful in it!

stacy said...

I completely missed this skirt in BEF! I'm going to have to give this one a second look, it's fantastic on you!

Anonymous said...

adorei essa saia será que tambem da para fazer em ganga, pois eu adoro gangas. fatima osorio

Tany said...

Olá Fátima! Claro que dá para fazer em ganga e deve ficar muito bonita :). O tecido original na revista é tweed de lã, que também é mais rijo do que o tecido que usei. Acho que num tecido mais rígido se nota mais o rodar da baínha.