Sunday, July 8, 2007

Fecho com carcela (Parte 2) - Fly front zipper (Part 2)

Continuando a Parte 1:
Continuing where I left at Part 1:

O fecho deve ser alinhavado ao lado esquerdo de forma que os seus dentes fiquem rentes à dobra no trespasse e depois cosido rente com a ajuda do pé calcador especial; o início do fecho (em cima) deve coincidir com a marca existente:
The zipper is basted to the left side so that the coil is next to the fold, and then stitched by machine with the special purpose presser feet for zippers; the beginning of the zipper should match the mark on the center line:

Em seguida prega-se a abertura com alfinetes, no lado direito, meio sobre o meio:
Next the opening is pinned on the right side so that both center lines match:
Do lado do avesso alinhava-se e cose-se a fita (nastro) do fecho à parte direita do trespasse, com cuidado para não apanhar o outro lado da abertura. Deve-se estender as calças numa superfície plana para que o fecho fique perfeitamente alinhado. As partes em tecido por baixo devem estar bem estendidas. A linha vermelha na foto indica onde cosi:
On the wrong side, the zipper tape is basted to the right fly extension ONLY. The pants should be lying perfectly flat when you baste the zipper in place. Machine stitch the zipper to the fly extension; the red line in the picture indicates the stitched line:
Agora do lado direito faz-se o pesponto pela linha marcada, prendendo a guarnição direita por baixo; junto ao gancho reforça-se a costura com pontos ziguezague apertados e estreitos, para reforço:
On the right side, the opening is topstitched next to the basting line (it serves as a guide), together with the fly extension underneath; start from the top and finish with a narrow satin stitch (for reinforcement) when you approach the front crouch seam:
Agora vou executar o trespasse interior; o molde para o trespasse é incluído na revista, basta reforçar o rectângulo de tecido correspondente ao trespasse com entretela, dobrá-lo no sentido do comprimento com o avesso para fora e fechar a extremidade superior (isto é necessário porque não temos cós e o trespasse vai prolongar a linha da cintura em cima) e a inferior em redondo; cortam-se os valores de costura rente e se necessário golpeiam-se:
Now it's time to sew the fly-facing add-on; the pattern for this is given so all you need to do is interface the fabric rectangle for the facing, fold it lengthwise with the wrong side facing out and stitch the extremities (the upper side corresponds to the waistline and needs to be finished because there is no waistband, so this facing extends the waist line; the opposite side is stitched round). Trim and clip the SAs.
Vira-se o trespasse para o direito (não se esqueçam de ir passando a ferro e assentado cada costura que fazem) e remata-se a sua orla vertical com a corta-e-cose; alinhava-se este trespasse à guarnição esquerda e cose-se, prendendo apenas a guarnição e o trespasse:
Turn the fly-facing add-on to the right side (press as you go, don't forget this; each stitched seam needs pressing) and finish the side raw edge with the serger. Baste the facing to the left fly extension ONLY and machine stitch:
Finalmente dou uns pontos à mão para fixar a parte redonda do trespasse à guarnição:
Finally, I like to slipstitch the fly-facing extension at the bottom (rounded edge) to the fly extension:
O fecho está pronto! Falta terminar a costura do gancho (tem um truque, explico no próximo post), colocar as vistas da cintura (vou explicar como se faz e mostrar o resultado final porque não pude tirar fotos), fazer as dobras em baixo e fica feito!
The fly-front zipper is finished! Next I will stitch the crotch seam all the way to the waist on the back (there's a little trick there), sew the waist facings (I'll explain how this is done and show you the final results; I couldn't take pictures of the process though), make the turn-ups (leg cuffs) and it's done!

14 comments:

Chuana said...

É mais complicado do que pensava... Obrigada pelo tutorial.


Bjs
Chuana :)

Alexia said...

Este tutorial é muito elucidativo, Tany! Já deu para eu ficar com uma ideia, mas, mesmo assim, já sei a quem vou pedir ajuda, quando tricotar um blusão com fecho éclair..;)
Jinhos

Adrienne said...

Tany, I learn so much for your blog. Thanks for posting pics and giving such detailed descriptions!

Sharon said...

Tany, thanks for the instructions combined with the photos. When possible, I have always avoided fly front zippers and you make it look so simple. Very nice job.

Erica B. said...

Great post Tany! Anytime I install a fly front, I have to have quiet so that I can concentrate! LOL

Vicki said...

Great instructions, Thanks!

Mamã Martinho said...

Muito bem explicado! Assim fácilmente qualquer pessoa pode instalar um fecho (risos). Mas o importante é que está a ficar muito bem e que dentro em breve o conjunto está completo.

Bjs

Mónica

Oficina das Linhas said...

Olá Tany,

Da maneira que explicas como pôr o fecho, até parece uma brincadeira. E logo, logo o fato já está pronto a ser desfilado :)

Já agora, vou ser um bocado abusadora e fazer uma pergunta. Sabes se para coser elástico daquele que se enche o carreto, é necessária uma agulha especial? É que eu estou a experimentar fazer um top daqueles com o peito franzido, fazendo uma espécie de favos. No carreto vai o elástico e na agulha linha normal. O problema é que depois das várias filas cosidas, é preciso puxar o elástico para apertar e ajustar o franzido até à largura pretendida do top. Então aí é que é o "busilis", porque a linha de vez em quando apanha o elástico, prende-o e não o deixa correr. Tenho que forçar e tenho medo de partir a linha. Por isso pensei que seria necessária uma agulha especial. Sabes se é?

Obrigada e desculpa qualquer coisa.
Beijinhos,
CArmen

Tany said...

Obrigada a todas pelos vossos comentários!
Thanks to all for commenting!

Olá Carmen (Oficina das Linhas)! Existe um tipo de agulha especial que em vez de ser bicuda é meia "romba", indicada para tecidos de malha; com esta agulha talvez a agulha não espete no elástico prendendo-o; no entanto, para franzir costumo usar um outro método que é coser um ponto de ziguezague estreito (com linha normal na canela e na agulha)POR CIMA do elástico de rolinho (não sei se é o mesmo que estás a usar na canela), do lado do avesso do franzido, prendendo o elástico no próprio ziguezague. Depois puxar o elástico para franzir é muito mais fácil. Espero que tenha ajudado, qualquer coisa que precises, tenho gosto em ajudar se puder!

Beijinhos!

Tina said...

O empenho que transmites em tudo o que nos ensinas é espetacular!!!
Um dia destes a minha filha perguntou me se nao podia aprender a costurar!!!!!
Se estivesse mais pertinho de ti, ias ter de nos aturar!!!!!!!

Boa semana!!

Maria said...

Olá amiga.
Obrigada pela aula do fecho. Nunca consegui fazer isso direito. Mas agora aprendi, da proxima vez farei direitinho.

Tenha uma linda semana.
Beijos
Maria

Oficina das Linhas said...

Oh, Tany, obrigada pelo conselho. Realmente a técnica do zigzag parece-me muito mais fácil na fase do franzir. Agora já fiz 8 filas, e o desmanchar não me agrada por aí alem, aliás é a parte da costura que menos gosto. Mas da próxima vou sem dúvida seguir as tuas indicações.

Muito, muito obrigada, beijinhos,
Carmen

toya said...

very neat, another great tutorial

rosa said...

Gosto muito de ver e colocar este tipo de fecho,o invisivel fica bonito pq dá a sensação de ñ lá estar,mas tem a desvantagem de se estragar depressa por estar perto do tecido...boas costuras bjs