Wednesday, July 22, 2015

Easy method for balancing thread tension on the serger (3-thread overlock) – Método fácil de ajustar a tensão das linhas na corta-e-cose (chuleado de 3 linhas)

EN Summary: I got an email from a reader asking how I managed to get the serger (overlock machine) stitches to look so perfect, so in this article I’ll walk you through the method that works best for me. I use the 3-thread overlock stitch 90% of the times, so this is the stitch that I’ll address in this tutorial. 

---

PT Sumário: Recebi um email de uma leitora a perguntar como consigo que os pontos da corta-e-cose (ou remalhadeira) fiquem tão perfeitos, daí ter pensado em escrever este artigo para mostrar uma forma fácil de o fazer. Como o ponto que uso em 90% das situações é o chuleado de três pontos, é neste ponto que me vou focar.



EN: My serger is a Singer 14T957DC (a 5-thread serger with manual threading), but I believe that all sergers work in a similar fashion. Basically you have 3, 4 or 5 thread sergers each of the individual thread tension controlled by tension dials; more threads mean more stitch options. In spite of all the stitch options, the stitch that I use the most is the 3-thread overlock, great for finishing SAs. To thread your serger properly, you should refer to your specific user manual. The stitch balance and quality depends on several things, so it must be adjusted to fit your individual fabric characteristics (stitch length, stitch width, foot pressure, differential feed, and needle size). For example, for the silk fabric used on the Lehenga skirt, I opted for decreasing the presser foot pressure, decreased the stitch width and used thinner needles. I’m also using Serafil thread 120/2, a very thin high quality polyester thread. For adjusting the thread tension I prefer using different color threads so I can easily identify which thread needs tension adjustment. In this example the needle thread is beige, and the looper threads are different shades of blue (note: you don’t need to re-thread your serger every time you need to change the thread colors; just release the tension by lifting the foot, cut the previous threads near the spools, place the new spools knotting the threads to the existing ones and pull the thread ends, on the thread tail near the needle, one by one (you’ll need to re-thread the needle only because the knot won’t pass through the needle hole). 

---

PT: Em primeiro lugar o modelo da minha corta-e-cose é Siger 14T957DC (uma corta-e-cose de 5 linhas com enfiamento manual), mas acredito que todas as máquinas deste tipo se baseiam no mesmo principio. Basicamente há máquinas de 3, 4 ou 5 linhas, cada linha passa por um botão que controla a sua tensão; mais fios significam apenas mais opções de pontos. Apesar de ter muitas opções de pontos, o ponto que uso mais é o chuleado de 3 linhas, ótimo para rematar as margens de costura. Para enfiar as linhas na vossa máquina, devem ler as instruções do manual. Os pontos devem ser afinados para se ajustarem às características do tecido que vão coser e a qualidade do ponto depende de várias coisas (comprimento do ponto, largura do ponto, pressão do calcador, arrasto diferencial, espessura da agulha, por exemplo). No caso da seda usada na saia Lehenga, um tecido fino e escorregadio, optei por diminuir a pressão do pé calcador, estreitar o ponto e usar agulhas mais finas. Também estou a usar linha Serafil 120/2, uma linha de poliéster muito fina de alta qualidade. Por último é necessário ajustar a tensão dos fios de forma a equilibrar o ponto e para isso, a maneira mais fácil é usar linhas de cores distintas. Neste exemplo a linha da agulha é bege e as linhas das lançadeiras são em dois tons de azul (mais escuro e mais claro). Nota: não precisam de enfiar as linhas de cada vez que querem mudar as cores! Basta cortarem as linhas antigas junto às bobines, colocar as novas bobines e amarrar as linhas às que estão enfiadas; levanta-se o pé calcador para libertar a tensão das linhas e depois é só puxar individualmente as pontas ao pé da agulha, tendo em atenção que o nó da linha da agulha não passará pelo buraco da agulha ( é necessário cortar e enfiar a linha nova na agulha). Não se esqueçam de baixar de novo o pé calcador!

EN: Using this process is easy to identify which thread tension needs adjustment; after the stitch is perfectly balanced you can use the knot method to re-thread all threads in the same color or just leave it as it is, if the thread colors blend with your fabric. 

---

PT: Seguindo este processo é muito fácil identificar que linha está mais solta ou demasiado apertada, pois sabem que cores passam nos botões de tensão respetivos. Se a linha estiver solta, aumentem o nº do botão de tensão por onde passa essa linha, se estiver demasiado apertada diminuam o nº. Depois de o ponto estar bem equilibrado, podem usar o método dos nós para enfiar linhas todas na mesma cor, ou, se as linhas que têm conjugarem bem com o tecido, simplesmente deixem assim!


EN: Also important is keeping your serger clean and oiled; refer to this previous article of mine addressing this matter (click here).

---

PT: Também muito importante para a qualidade do ponto é manterem a vossa corta-e-cose limpa e oleada; podem ler um artigo que escrevi há uns anos sobre esta matéria (clicar aqui).

1 comment:

Mónica Martinho said...

O metodo é identico ao da maquina de costura. A minha tb tem instruções idênticas.