Tuesday, May 8, 2007

Ponto de situação da blusa - Status report on the blouse

Bem, a minha máquina nova tem-me tomado todos os poucos momentos livres que tenho tido e só a larguei para poder traçar o molde e cortar a blusa. Mesmo assim, mal libertei a mesa, em vez de passar imediatamente a marcar o tecido com alinhavos, aproveitei os farrapos que sobraram para fazer algumas experiências e ver como a máquina se comporta com a organza.
Well, my new SM has been monopolizing every free time slot in my life! I put it aside only to trace the pattern and cut the organza! Then, as soon as the table was free from cutting, instead of moving to the thread tracing phase I used the scraps of organza to make a few experiments and see how the SM behaves sewing this fabric.
A blusa original foi feita no tamanho 38 e fica bastante justa ao corpo, o estilo da blusa é esse mesmo. Para não arriscar, resolvi traçar o tamanho acima, o 40. Assim a blusa não ficará tão justa mas com certeza mais confortável de usar. A seguir podem ver uma foto tirada antes de cortar o tecido (antes de cortar a organza, passei-a a ferro com vapor):
My original blouse was made in size 38 and it is very close fitting, according to the model' style. This time I will make it a size 40 instead, it will be more comfortable to wear this way and also because I read that silk organza is not indicated for close fitting styles. Here's a photo before cutting the fabric (I treated the silk organza by steam pressing it first):
E aqui têm as peças já talhadas (cortadas), ainda com os moldes pregados com alfinetes, prontas para serem marcadas com alinhavos. Podem ver também as tiras em viés para fazer os tubinhos de organza:
Here are the cut fabric pieces; the pattern is still pined to the double layer fabric and everything is ready to begin thread tracing (I will use tailor tacks on every piece).
Hoje tive tempo de fazer três experiências; a primeira foi uma casa de botão. Usei os seguintes truques:
- linha Alterfil na canela (bobine que leva a linha por baixo da agulha) e fio de bordar na agulha para lhe dar um aspecto acetinado e bonito e, ao mesmo tempo tornar a casa de botão mais robusta com o fio Alterfil, passando-a a ferro no avesso para o fio se fundir com o tecido;
-dobrei a organza em dois para simular a vista da frente; pelo lado de dentro prendi com alfinetes duas camadas de organza que serão recortadas à volta da casa depois desta estar terminada.
Today I was able to perform three experiments; the first was a buttonhole. I used the following sewing tips:
- Alterfil thread on the bobbin and embroidery thread on the needle, this way creating a nice shiny visual effect on the right side and reinforcing the buttonhole when pressing it on the wrong side because the Alterfil thread melds with the organza;
- I folded the organza in two, thus creating a kind of facing; on the wrong side I pined two squares of organza for reinforcement, they will be cut away around the buttonhole after it is finished.

Também fiz costuras francesas (também se podem chamar de costuras duplas, ver página 67 do livro A Costura Tornada Fácil, da Burda) que são umas costuras indicadas especialmente para tecidos transparentes porque escondem as orlas do tecido, que ficam por dentro da costura. Fiz uma experiência usando fio Alterfil (na canela e na agulha), produzindo uma costura Francesa de 6mm de largura. Ao passar a ferro esta costura torna-se bastante resistente.
I also made a french seam (also called english seam), especially indicated for transparent fabrics because the raw edges are encased inside the seam. I used Alterfil thread on both needle and bobbin and I produced a 6mm seam pressing as I sew. After the final pressing I was quite pleased, the resulting seam is neat and strong.

Depois experimentei usar uma técnica para finalizar a vista descrita no livro Fabric Savvy da Claire Shaeffer, que faz o acabamento da vista em tecidos transparentes com um ponto cheio (ziguezague muito apertado), usando fio Alterfil na canela e fio de bordar na agulha.
Finally I used a technique for finishing facings on crisp transparent fabrics described in page 207 of the book Fabric Savvy by Claire Chaeffer: the facing is finished using a satin stitch (after being topstitched and trimmed close to the stitching line – the raw edge and the topstitching are covered by the satin stitch.

Aqui têm o botão que vou usar na blusa encaixado atrás do pé calcador próprio para fazer casas, assim o tamanho da casa é calculado automaticamente; ao lado esquerdo está o pé normal (tem um parafusinho preto que serve para nivelar o calcador em caso de costuras muito volumosas):
In the next picture you can see that the button is placed in a slot on the special purpose foot for making the buttonhole, this way the buttonhole size is automatically set; on the left you can see the regular foot (see the tiny black screw that makes the required height adjustment when sewing bulky seams):
Diminuí a largura do ponto para produzir uma casa mais estreita e diminuí o tamanho do ponto ligeiramente (alterei as definições por defeito para este tipo de casa) e depois foi só carregar no pedal para a casa ficar pronta! A máquina faz tudo sozinha, inclusivamente remata as pontas dos fios no início e no fim da casa!
I set the stitch width to a lower value (to make a narrower buttonhole) and shorten slightly the stitch length (it's nice to be able to override the machine defaults for the buttonholes). All it takes now is to press the pedal down and the SM does everything by itself! It stops in the end even if I keep the pedal down!
Vejam o resultado das minhas experiências (à esquerda a costura francesa, o ponto cheio a terminar a vista e a casa de botão depois de pronta):
See the result of my experiments (on the left there's the french seam, then the satin stitch finishing the facing and the finished buttonhole):
Aqui a costura francesa no avesso:
The wrong side of the french seam:
Depois de passar a ferro no avesso os pontos ficam mesmo colados ao tecido; têm aqui mais uma foto de detalhe:
After pressing the wrong side the stitches really meld with the organza; here’s another detail photo:
Lisa, so far this SM is super! I will review it after using it for a while but I can tell you now that it is a SM well suited for a beginner because it is so easy to operate and very precise!

A seguir vou fazer os tubinhos; ainda tenho mais uma técnica para experimentar, que é coser as pinças usando só o fio da canela; esta técnica vem descrita no livro Couture, the Art of Fine Sewing de Roberta Carr e é a primeira vez que a vou tentar aplicar. É especialmente indicada para tecidos transparentes.
Next I will make the fabric tubes; I still have to try another technique, the single bobbin thread darts; this technique is also indicated for transparent sheer fabrics and is described in the book Couture, the Art of Fine Sewing by Roberta Carr; this will be my first time attempting this technique so I must practice for a while.

O meu próximo post será para agradecer a uma Amiga e para responder ao desafio de outra, por isso não terá a ver com costura. Também estou mesmo a finalizar a camisola Anny Blatt, pelo que brevemente vou mostrá-la. Isto tudo enquanto faço as marcações da blusa de organza, que é um processo que demora algum tempo e que vocês já devem conhecer de artigos anteriores. Fiquem bem!
My next post is going to serve the purpose of thanking to a Friend and responding to another Friend's challenge. I'm also almost finished on the Anny Blatt sweater so expect a post about it soon. All this while I thread trace the blouse, which can take some time as you all know from my previous posts on that subject! Be well!


14 comments:

Adrienne " A little dramatic at times" said...

WOW! Those button holes look fantastic!

Isabelle said...

That is some beautiful sewing you're doing here, Tany. Congrats on the new machine! :)

Els said...

Seeing your test samples it looks your new sewing machine serves you fine. The buttonholes looks great in the silk organza. Enjoy your new sm.

Mamã Martinho said...

A Costura é realmente um mundo enorme, cheio de coisas par descobrir! Não conhecia nem metada do que descreves-te hoje, quer de técnicas de costura, quer mesmo de acessórios. A Máquina é um espanto, pelo que vejo e da-me a sensação de que vais terminar a camisola mais rapidamente por este facto.

Bjs

Mónica

PS- O Fábio tb adora cavalos!!!

filomena said...

Que espanto, não só as funcionalidades da tua máquina nova (parece que fizeste uma excelente escolha), mas também as técnicas que desencantas e o trabalho a que te dás para que fique tudo per-fei-to. Uau!

Dawn said...

Really beautiful finishing work.

Rita said...

Oi, Tany! Sou brasileira e adoro o seu blog! Estou querendo aprender costura e quero comprar uma máquina. Você conhece a máquina Singer Quantum Futura (www.singer.com.br)? Um grande abraço!

Alexia said...

Que mais posso acrescentar ao que já foi dito? Que o que fazes é de uma perfeição incrível. Continua a maravilhar-nos com os teus trabalhos, Tany! E, já agora, que nos mostres, de vez em quando, os teus trabalhos de tricot...;)

Tany said...

Rita: Obrigada pelo seu comentário tão simpático! Não sei se é a primeira vez que comenta, se for, seja muito bem-vinda! A gama Quantum não é comercializada em Portugal mas me parece uma boa máquina! Vc tenciona fazer bordado? Se sim penso que é a escolha ideal! Se vc pretender fazer apenas trabalhos de costura como fazer roupas e arranjos, então não precisa de pagar tanto por uma máquina. Aconselho sempre experimentar antes de comprar e experimentar mais do que uma marca. Um beijo e obrigada pelo comentário!

Alexia: Obrigada! Estou quase a acabar um trabalho de tricô para mostrar! Sabes que na costura vale a pena mostrar estes passo-a-passo, que no caso do tricô são mais espassados pois o trabalho é mais repetitivo! Mas não tenho esquecido o tricô! Beijinhos!

Obrigada a todas!
Thank you ladies!

nowaks nähkästchen said...

Your buttonholes and seams look really great! Good choice of SM it seems. (And Pfaff doesn't fit your criteria anyhow... IDT-machines do NOT have an adjustable foot pressure...)

You will have no problems with the single bobbin thread darts, they are real easy! Just baste and sew along without thinking about possible problems. That's all about it. ;-)

Tany said...

Nowaks: The single bobbin thread darts seem easy... It's just something I haven't tried before :). I tried a few stitches on a Pfaff and it felt good, I think the stitch quality is superb. I didn't notice the lack of the adjustable foot pressure though and I didn't try to sew on several kinds of fabrics to compare how the Pfaff behaves.

LMH said...

Thanks, Tany! I think it sounds like a good option for my sister, who can't sew at all (yet!). She could go far with this machine.

nita said...

Olá Tany!
Agradeço desde já por me ter colocado no seu blog(já vi o meu nome) muito obrigada.
Tive a ler com atenção aos permenores das máquinas, como deve de calcular (acho que ja comentei) sou uma zero à esquerda na costura, neste momento tenho muita pena de não saber nada, queria fazer peças em malha e tecido, são uns projectos que tenho em mente.
Já tive para comprar uma de cose e corte mas sinceramente não o fiz por não conhecer nada da máquina, tenho uma de costura que dá mais dores de cabeça que outra coisa, porque trabalha só quando quer, enfim quem me dera haver alguém que ensine costura, nos arredores onde eu moro não há ninguém, ganhei o gosto pela moda faz muitos anos, mas com o trabalho e a família não tinha tempo para me dedicar, agora estando desempregada gostava muito de aprender costura, as malhas isso é a minha paixão, umas das minhas paixões:-)
Um abraço

Tany said...

Olá Nita! Bem, se não estás à vontade com a máquina de costura "normal", vais achar a corta-e-cose impossível, pois é muito mais difícil de enfiar e de afinar (é preciso perceber como funciona para equilibrar os diferentes fios do ponto). Quanto à máquina de costura normal, o importante é perceber como são formados os pontos, como se enfia a máquina, como se afina e como se limpa. Coser é depois uma questão de prática. Aconselhava-te a ir a uma loja de máquinas e perguntar se têm cursos lá (muitas marcas têm cursos e fazem pequenas demonstrações de como utilizar e afinar as máquinas). Uma máquina de costura básica (ponto a direito, ponto zig-zag, caseador) é muito fácil de usar depois de aprender alguns conceitos básicos.
Beijinhos e volta sempre!