Sunday, October 16, 2011

2011#28&29 - Vogue 1259 (Donna Karan shirred Top & Skirt)

Português
English (uncheck the other box and check this one)
Mais fotos minhas a usar o conjunto aqui.

Molde Utilizado: V1259 Donna Karan Misses top and skirt
Este é um dos modelos que simplesmente não dá para mostrar decentemente no manequim de costura, uma vez que o efeito da saia no manequim fica completamente deturpado.
Tecido usado: Jersey acetinado antracite (creio que a composição seja poliéster e lycra, mas não sei as percentagens; é uma malha com cair pesado que comprei na Feira dos Tecidos; é o mesmo tipo de malha que usei para a saia meio-círculo do Paco e top raglan a condizer)

Confecção: Creio que seria impossível documentar o processo de construção do top, que é bastante complicado, com tantas peças e drapeados (a saia, pelo contrário, é bastante simples). Há duas “reviews” excelentes acerca deste molde, onde poderão inclusivamente ver fotos do desenho das peças do molde e alguns conselhos excelentes para não se perderem na construção. Em Inglês têm um excelente artigo da Melissa Fehr:

http://www.fehrtrade.com/gallery/508/the-vogue-1259-donna-karan-gathered-skirt-set

A Melissa explica um pouco sobre o processo “tortuoso” de construção do top, dando dicas preciosas para não se perderem no meio de tantas peças e costuras. Outro artigo muito bom é do blogue Oui Patrons, desta vez escrito em Francês, onde a autora explica algumas modificações que fez ao molde para que este lhe assentasse melhor:

http://ouipatrons.com/2011/08/28/vogue-v1259-by-donna-karan/

A autora explica que no final o top não ficou tão justo na cintura como a foto do modelo original dá a entender (o que é verdade, reparei o mesmo), tendo ajustado esta peça do molde de forma a ficar mais justa. No meu caso decidi manter a forma um pouco solta do drapeado, pois não me desagradou.

Modificações: Fiz o acabamento das costuras franzidas expostas um pouco diferente; em vez de aparar as margens rente ao 2º pesponto, deixei-as para formarem uma espécie de mini-folho (ou mini-babado em brasileiro):
Outra coisa que fiz diferente foi a costura indicada pelas setas vermelhas nas costas do top; decidi fazê-la normalmente pelo avesso, uma vez que sem o folho ficaria um pouco sem graça:
Na gola utilizei molas de pressão de plástico, como podem ver:
Mais algumas fotos:
Conclusão: Um modelo complicado de fazer (um verdadeiro puzzle), à excepção da saia que penso estar ao alcance de qualquer principiante. Não fica tão justo como a foto do molde deixa adivinhar, mas acho que mesmo assim é um modelo muito original e bonito!

A seguir tenho para vos mostrar um vestido da Burda de Outubro que me deixou completamente rendida! Vamos ver consigo algum tempo para escrever o artigo sem grande demora! Obrigada a todos pela visita!

More pictures of me wearing this ensemble (click here).

Pattern: V1259 Donna Karan Misses top and skirt
This is one of those projects that you really can’t tell how it looks from the dressform picture, which ruins the skirt's effect completely.
Fabric used: It’s a anthracite polyester jersey knit (I’m not quite sure of its composition though; I can tell it’s heavier than the regular jersey and it drapes much better; it’s the same kind of knit I used on Paco’s half-circle skirt)

Construction: It would be impossible to document the construction process for the top, because it's visually complicated with lots of pieces and different seams (the skirt however is quite easy to make). I found two excellent reviews that provide a wealth of information about this pattern, along with some very useful tips for the assembling of the top. Melissa made an excellent job; you’ll find her review really useful if you plan on making this set:

http://www.fehrtrade.com/gallery/508/the-vogue-1259-donna-karan-gathered-skirt-set

I’ve also found another excellent post at Oui Patrons (in French). The author explains that she had to alter the pattern for a better fit around the waist:

http://ouipatrons.com/2011/08/28/vogue-v1259-by-donna-karan/

She came to realize that the top is not as figure hugging as the original model picture makes believe (this is very true, I realized the same but chose to keep the top as it came out originally). She went back unstitching some of the seams, and redrafted the front pieces for a better fit.

Alterations: I didn’t finish the exposed seams as the instructions tell you to do; instead of trimming the excess seam allowances, I kept them to form a small frill:
I also did the seaming differently on the back; I went for a regular seam instead of the exposed seam on the section between the red arrows:
I used plastic pressure snaps (less bulk, these are very thin) for the back neck closure, as you can see:
Here’re a couple more photos:
Conclusion: I kid you not, this is a hard one (a true puzzle), except for the skirt which I believe is doable by a beginner. In my opinion this pattern is worth all the trouble if you are up for the challenge!

Next I will show you a BurdaStyle dress (from the October edition) that really took my breath away! I’m really looking forward to show you this dress, yet I don’t know when I’ll find the time to post about it; the only thing I can do is promise you that I’ll do it as soon as I can. Stay tuned!

Sunday, October 9, 2011

2011#26 – Paco Peralta’s half circle skirt – A saia meio-círculo (molde de Paco Peralta)

Português
English (uncheck the other box and check this one)
Finalmente… Um pouco atrasada, mas aqui está o artigo sobre a saia do Paco! Desculpem-me, mas a minha gestão de tempo tem sido surreal…
Podem ver mais fotos a usar a saia aqui.

Descrição: Saia tipo meio-círculo com cós aplicado e fecho invisível, cortada em viés e desenhada a partir do molde básico de saia direita, o que preserva a linha da cintura natural e não um meio-círculo. Este detalhe faz toda a diferença no cair da saia (vejam a comparação na figura seguinte – à esquerda o pano da saia cortada do molde do Paco, à direita um pano de saia cortado em meio-circulo puro, ou seja a curva da cintura também é um meio-círculo):
Notem que o pano da saia cortada com o molde do Paco inclusivamente fica menos “pingão” à frente (deforma menos com o viés) e também que as pregas do drapeado ficam mais uniformes.

Tecido usado: Jersey com cair “pesado”, de poliéster cor azul petróleo. Optei por não forrar a saia.

Confecção: O Paco disponibilizou um tutorial bastante detalhado dos passos de confecção que necessitam de cuidado especial, nomeadamente a estabilização da linha da cintura, a aplicação de forro opcional, etc. Podem clicar aqui para estes detalhes e também para adquirir o molde, se o desejarem. No meu caso, cortei o tecido em viés, com cuidado para não estirar o tecido, reforcei a linha da cintura e deixe os panos da saia no manequim de um dia para o outro. No dia seguinte cosi as costuras laterais e apliquei o cós, deixando d novo a saia no manequim com alfinetes. Depois de umas horas medi a abertura do fecho e cortei umas tiras de entretela de malha, no sentido vertical (para não deformarem), da largura dos valores de costura e uns dois cm mais compridas que a medida da abertura que medi no manequim. Apliquei a ferro a entretela nos valores de costura da abertura, esticando o tecido até ao comprimento que tinha medido anteriormente. Só depois apliquei o forro invisível, ficando com a certeza que não iria repuxar o tecido da saia, uma vez que a abertura estaria estabilizada para o comprimento correcto com o cair da saia e o peso do tecido.

Detalhes:
Conclusão: Um molde simples mas que inclui a sofisticação e o bom corte a que o Paco nos tem habituado. O efeito é muito bonito e moderno, e com as devidas precauções é muito fácil de confeccionar. O molde está disponível também para um comprimento “midi” e em quatro tamanhos diferentes (guiem-se pela medida da cintura para escolherem o tamanho). Nota máxima para este molde!

O molde está disponível para compra aqui.

2011#27 – Top raglan
Este top é mais uma versão do modelo 112A da Burda de Fevereiro de 2010 (Já o tinha feiro anteriormente em malha estável azul-marinho e em malha estável preta com mangas em napa). É um top simples e confortável, que complementa a saia num look monocromático.

Abraço e fiquem bem!

At last… I know I’m late, but here’s Paco’s maxi-skirt review as promised! I apologize but my time schedule has been really surreal lately…
You can see more pictures of me wearing the skirt here.

Description: Half-circle skirt with set-in waistband and invisible side zipper, cut on the bias; the pattern is drawn from the skirt basic block pattern, thus maintaining its waist curve, instead of the half-circle curve usually featured in half-circle skirts. This detail makes all the difference on the way the skirt hangs and also on the evenness of its drape (just check the difference on the picture bellow, where a skirt resulting from Paco’s pattern is shown on the left, compared with a skirt cut as a pure half circle, including the waist curve):
Also note that Paco’s skirt hem is less uneven; the “growing” effect due to the bias cut is better distributed.

Fabric used: Heavy drape knit (polyester), the color is dark teal. I opted for not including a lining on my version because this knit is not see-through and the skirt is heavy as it is.

Construction: Paco published an excellent tutorial highlighting the trickier construction aspects for this skirt, so I have little to add. You can click here for Paco’s article, where you’ll also find a link to purchase this pattern. It’s very important to stabilize the waist line to guarantee an even drape and it’s also advisable to let the skirt hang before stitching the zipper in place. I left the skirt hang overnight, then re-measured the zipper opening on the dressform; I cut two 5/8” wide strips of thin interfacing to stabilize the opening allowances (the length of the strips should be the re-measure of the side opening plus an inch), being careful to stretch the opening into the re-measured size before interfacing. Then I sewed in the invisible zipper as usual.

Details:
Conclusion: As usual with Paco’s patterns, its apparent simplicity hides some sophistication and a great cut. The overall effect is beautiful and modern, and providing you take some simple precautions, it’s fairly easy to execute. The pattern also comes in midi-length but I chose to make the longer version. It’s also available in four different sizes (just use your waist measure to pick the correct size). I rate this pattern with five out of five stars!

The pattern is available for purchasing here.

2011#27 – Another raglan top
This top is just another version of BurdaStyle 02/2010, model 112A (previously made in navy blue double knit and black double knit with pleather sleeves). It’s easy and comfortable, and complements the skirt wonderfully for a monochromatic look. Notice the ripple on the hem, it wasn't pressed yet at the time I took the picture.

Hugs and thank you all for visiting!