Sunday, May 23, 2010

Traçar moldes com margens de costura incluídos - Tracing patterns adding seam allowances

Português
English (uncheck the other box and check this one)

É algo que se pode fazer quando se tem confiança que o molde assenta bem ou quando o molde é tão simples que não será necessário ajustá-lo. Depois de copiar o molde em papel vegetal basta acrescentar as margens necessárias (eu costumo acrescentar 4cm nas bainhas e 1,5cm nas restantes margens). Para desenhar as margens de 1,5cm podem usar um compasso regulado com a medida correspondente, passando-o ao longo das linhas do molde de forma que a parte do lápis desenha um a orla em redor do molde.


Para cortar estou a usar uma lâmina rotativa e uma base de corte especial, que não estraga a lâmina nem fica cortada. Este equipamento não é barato mas justifica-se se costurarem bastante, pois evita lesões nas articulações provocadas pela utilização continuada da tesoura. As peças do molde são colocadas sobre o tecido dobrado ao meio no sentido do comprimento e podem segurar-se com pequenos pesos ou alfinetes, como fiz aqui. Se usarem alfinetes, tenham cuidado pois podem distorcer o tecido. É melhor fixarem primeiro um alfinete em cada topo da peça e seguidamente um em cada extremo lateral, e só depois preencher as orlas com alfinetes suficientes (espaçados cerca de 10-15cm).

Não se esqueçam de guardar alguns retalhos que sobram do corte, pois são necessários para testar os pontos da máquina de coser, as entretelas, e para fazer as casas avivadas.

Em seguida vou colar as entretelas e reforços (fazendo alguns testes nos retalhos primeiro), marcar as linhas relevantes com alinhavos (pinças, linhas de sobreposição, etc.), preparar o molde para cortar o forro e cortar o forro. Em relação ao forro fiz um teste com o cetim estampado e parece-me que o pique branco deixa transparecer o motivo estampado para fora… Vou ter de alterar os meus planos mais uma vez. Até à próxima!

This is something that you can do if you have confidence in the pattern used (and the pattern doesn’t include SAs, like BurdaStyle or Patrones patterns) or when the pattern is so simple and or loose fitting that we can assume that it won’t need tweaking to fit properly. After tracing the pattern on paper, just add the necessary seam allowances and hem allowances. You can use a compass to trace the outlines, it’s pretty easy and it saves some time.


I’m using a rotary cutter and a self-healing mat, which are good investments if you sew a lot. I don’t use this method for every fabric but it’s perfect for the cotton pique. The rotary cutter also prevents joint lesions caused by the repetitive usage of scissors. The patterns can be hold in place by some weights or they can be pinned; this last case requires some practice avoiding fabric distortion; first set the upper and lower extremes of the pattern and then both sides, using one pin for each end; then pin around the piece, more or less 4 inches apart. If the extremes are secured first, with the fabric and pattern flat, the distortion will be minimized when pinning around the paper pattern.

Don’t forget to save some scraps because you’ll need them for testing the machine stitches, the interfacings and for making the bound buttonholes.

OK, the fabric is cut and next I will cut and fuse the interfacings and reinforcements (testing on scraps first), thread trace the relevant markings (notches, darts, etc.), prepare the pattern for cutting the lining and cut the lining. Speaking of the lining, I tested the printed fabric against the white pique and there seems to be some see through. I might have to change my plan once again… See you next time!

8 comments:

Anonymous said...

Moema-Brasil-Recife

Tany,infelizmente não chegou para nós a Burda em Portugues.
Temos em francês, espanhol. Mas em portugues não.
Qual a razão disso?

QUE BOM QUE V VOLTOU!!!!!!!!!!!

Tany said...

Olá Moema: A informação que eu tenho é que devido à diferença de estações (aqui vai começar o Verão e aí o Inverno), as revistas serão distribuidas com algum atraso. No Facebook da BurdaStyle alguém escreveu que a revista em Português só iria chegar no Brasil em Novembro... Aceda ao Facebook e tente colocar a questão lá: http://www.facebook.com/revistaburdastyle
Beijos

Victoria said...

Thanks for sharing the details on how you cut and prepare your fabric for sewing. It's always great to see how more experienced seamstresses work. If you use a self healing mat, it must be pretty big. What type do you use. I don't use my rotary cutter much because I haven't found a large enough self-healing mat. Thanks so much if you can share some helpful info:)

Tany said...

Hi Victoria: I bought the largest mat that I could find: it's a Linex 60x90cm (24x35 inches); because I'm using pins to hold the pattern against the fabric, I can actually move the mat under the fabric placing it exactly under each piece, or moving it when I need to cut larger pattern pieces. That's the main reason why I use pins instead of pattern weights. There are setbacks, mainly there’s more risk of fabric distortion, but with practice I’ve learned to minimize it. The trick is on the order by which I place the pins. I always start by pinning the extremities first(up, down, sides, by this order exactly) with the pattern and fabric lying perfectly flat. Hope this helps!

Celina said...

Que saudades de te ver de volta ao trabalho, mostrando-nos o passo-a-passo... Estou curiosíssima para ver como vai resultar, adoro algodão piqué. O pormenor do forro é mesmo daqueles imprevistos que por vezes acontecem, mas estou certa que vais dar a volta à questão com sucesso!
Beijinhos

Bruna said...

Tany, bom dia!!
Estou esperando sua ajudinha com o comentário que fiz o post passado!
Passei seu blog para a minha costureira, ela adorou! Tá viajando nas postagens antigas!!

Beijos
Bruna

Tany said...

Bruna: Desculpe o atraso (não recebi a notificação do seu comentário anterior, pois o meu email teve um problema), já respondi no post anterior. Um abraço.

Mamã Martinho said...

Bem, já está uma parte feita! Este tecido também parece bem giro e só é pena que não possas usar o forro que escolhes-te, ficava bem original!

Bjs

Mónica