Sunday, February 27, 2011

Sleeve vent with exposed zipper – Abertura da manga com fecho exposto

Português
English (uncheck the other box and check this one)

No sábado de manhã consegui avançar um pouco nas mangas do casaco, aplicando-lhes o fecho na abertura. Este é um detalhe diferente do casaco da Burberry, que preferi em vez da abertura com botões que o original tem:

(créditos de imagem: JAK & JIL BLOG)

A abertura com fecho exposto não é difícil de fazer, mas requer alguma precisão, como poderão ver já a seguir. A primeira coisa é reforçar as mangas com entretela nas bainhas, abertura do fecho e cabeça das mangas; depois de colar a entretela podemos marcar os sinais relevantes: linha de dobra da bainha, fim da abertura, topo da manga (que vai depois coincidir com a costura do ombro) e marca da frente da manga (que coincidirá com a marca na cava da frente do casaco).



(Estas primeiras fotos aproximam-se mais à verdadeira cor do tecido, um azul muito escuro. As seguintes podem estar clareadas para se notar os detalhes, ou encandeadas pelo flash)

Começamos por coser a costura divisória da manga até o sinal da abertura, rematando com uns pontos atrás. A abertura também é cosida, mas devem usar pontos soltos (não permanentes): o comprimento do ponto no máximo e a tensão da linha da agulha muito reduzida, os mesmos pontos que usamos para franzir. Depois da costura toda fechada abrem-se as margens a ferro e aparam-se na abertura, como podem ver na foto seguinte:

Corta-se um retalho de forro com uns 6cm de largura e mais 3cm de comprimento que a abertura (pode ser cortado em viés para não desfiar; eu cortei no sentido do fio); fixa-se com alfinetes ao longo da abertura DO LADO DIREITO desta, como ilustra a foto:

DO LADO DO AVESSO, guiando-nos pela costura da abertura, cose-se a uns 2-3mm ao redor desta (reparem na posição da agulha toda para a esquerda, e como uso a beira do pé calcador como guia sobre a costura):

Fica assim no lado direito:

Agora podemos puxar a linha dos pontos soltos da abertura e cortar o forro pelo meio dos pespontos; deve-se dar uns pequenos cortes em viés no final; nestes cortes apenas, CORTAR TAMBÉM O TECIDO POR BAIXO:

Vira-se o forro para o avesso pela abertura e alinhava-se, assentando depois o forro a ferro no avesso:

O forro fica agora do lado do avesso, como podem ver:

Em seguida prende-se o fecho, primeiro com alfinetes, depois alinhava-se e retira-se os alfinetes; atenção que as peças metálicas de remate do fecho devem ficar ligeiramente acima da linha da bainha. Usando um pé calcador próprio para fechos, cose-se rente à beira da abertura:


Depois fiz outro pesponto em redor da abertura:

Antes de coser a costura interior das mangas, devemos fazer dois pespontos com pontos soltos nas cabeças das mangas, para depois as embeber; cosem-se com o ponto no comprimento máximo e com a linha da agulha solta, com o lado direito da manga voltado para cima. Notem como ficam os pontos do lado do avesso; podemos puxar as pontas que o tecido franzirá naturalmente:

O passo seguinte é coser a costura interior das mangas, fechando-as; notem como aparei as margens junto à dobra da bainha:

Abre-se esta costura a ferro e finalmente alinhava-se a bainha e cose-se à mão com pontos cruzados; junto ao fecho cose-se com pequenos pontos invisíveis:

Fica assim:


Agora é necessário aplicar as mangas! Entretanto, porque sei que alguns de vocês se preocupam, quero deixar aqui uma nota a dizer que a Missy está óptima; tirou o “funil” na sexta-feira e anda toda feliz! Beijinhos e até à próxima!

Saturday morning I made some progress on the sleeves of the Burberry inspired coat. I opted for an exposed zipper vent instead of the Burberry’s original buttoned vent:

(Picture credits: JAK & JIL BLOG)

The exposed zipper vent isn’t hard to make, but it requires some precision, as you’ll soon see for yourselves. The first thing I did was interfacing twice plus a little bit the hem allowance width, the zipper vents and the sleeve cap. After fusing the interfacing I thread traced the relevant markings: the hem line, the vent opening, the top sleeve notch (which matches the shoulder seam) and the front notch (which matches the notch on the side front armhole).



(NOTE: these first pics show the true color of the fabric better, which is a very dark blue. The next pictures may have been lightened to better see the details or saturated by the camera’s flash)

I stitched the sleeve back seam, ending at the vent sign and stitching backwards; the vent is also stitched but I used long low needle tension stitches so I can pull the bobbin thread later and easily unstitch the vent. The SAs should be pressed open and then trimmed along the vent, as shown in the next picture:

I cut a lining rectangle 2 inch wide and a little longer than the vent (they should be cut on the bias but I had these small on grain remnants at hand and decided to use them anyway): then pinned the rectangle along the vent ON THE RIGHT SIDE of the sleeve, as shown:

I stitched around the vent, WRONG SIDE FACING UP, using the vent as a guide. The zipper foot edge is aligned to the vent and the needle position is all the way to the left:

This is how it looks on the right side:

Now I pulled the bobbing thread of the loose stitches, opening the vent. Cut the lining all the way up and at the end clipped diagonally, CUTTING THROUGH ALL THICKNESS (fabric and lining):

Turned the lining to the wrong side and basted, then pressed on the lining side:

The lining is now on the wrong side of the vent, as you can see:

Next I secured the zipper in place using pins and hand basted it in place, removing the pins. Note that the zipper metallic ends (I don’t know if there’s a name for these) should be placed slightly above the hem line. Using the zipper foot I stitched close to the vent edge:


Then added another row of topstitching:

Before moving on to the inner sleeve seam, remember to ease stitch the sleeve cap. I used the longer stitch with loose needle thread and stitched two parallel rows with the right side facing up. Note how the stitches look like on the wrong side: all you’ll need to do to ease the sleeve cap is to pull the bobbin thread on the wrong side:

After stitching the inner sleeve seam, remember to clip and trim the SAs next to the hem; press the seam open.

Finally the hem is hand basted, pressed and finished by hand. I used small invisible stitches along the zipper tape:

This is how it looks in the end:


Now it’s time to set in the sleeves! In the meanwhile, and because I know some of you care to know about Missy, I want to say that she’s doing wonderfully well; we removed her “collar” last Friday and she’s happy and very active! See you guys next time, thanks for visiting!

Sunday, February 20, 2011

Burberry inspired coat: attaching the collar – Aplicação da gola

Português
English (uncheck the other box and check this one)

Este sábado consegui colocar a gola e a parte superior começa a parecer-se com um casaco a sério! O método que estou a usar é muitas vezes referido nas instruções da revista Burda, mas como as explicações são muito sumárias e não há diagramas nem fotos, muitas vezes não é completamente compreendido. Na próxima foto podem ver a parte superior do casaco, em toda a sua glória inacabada; notem como as costuras na linha do pescoço nas vistas e casaco formam uma espécie de “buraco” e notem também que as margens se encontram reforçadas com um pesponto:

Os valores de costura são golpeados, pois a sua orla redonda tem de se adaptar a uma orla mais recta (a da gola), daí os pespontos de reforço serem necessários:

A gola já pronta é inserida nesse “buraco” e as margens do decote fixas com alfinetes; a parte de cima da gola é presa ao decote das vistas (é fácil ver porque as entretelas são iguais) e a parte de baixo da gola é presa ao decote do casaco. Primeiro fixam-se nos ombros e no centro usando as marcas de referência alinhavadas e depois vamos colocando os alfinetes ajustando as margens perfeitamente sobrepostas, até atingir os extremos da gola. Quem tiver menos experiência e quiser garantir que as costuras estão no sítio ao coser à máquina depois, deve alinhavar estas costuras:

Ao coser, viro o lado que tem os pespontos de reforço para cima e assim posso usar esses pespontos como guia, cosendo ligeiramente do lado de dentro deles. Assim evitamos que os pespontos de reforço fiquem visíveis depois do casaco acabado:

Começa-se por exemplo do lado do casaco, num canto da gola, cose-se uns pontos para trás para reforçar e continua-se até o outro canto, cosendo também aí uns pontinhos para trás (cuidado para não coserem sobre o outro lado da gola, vejam como o puxei para a frente na foto). Repete-se o processo no dado das vistas.

Antes de abrir as costuras do decote a ferro, devemos faze runs cortes em “V” nas margens da gola:

Depois, usando uma almofada de alfaiate, as costuras podem ser abertas a ferro ate ficarem perfeitamente planas:

Finalmente viram-se as lapelas e as vistas para o lado direito e alinhavam-se as orlas, favorecendo sempre o lado visível das mesmas. As margens de costura do decote devem ser escaladas, ou seja, as margens do lado do casaco devem ser aparadas de forma a ficarem mais estreitas que as margens do lado das vistas, para reduzir o volume total das costuras sobrepostas. Depois as duas costuras são fixadas juntas com alfinetes mesmo no meio da costura:

Os últimos passos serão dar uns pontos atrás ao longo das costuras do decote sobrepostas para as fixar permanentemente e alinhavar as lapelas em diagonal, para manter a curvatura. Aqui têm o casaco até agora:

Estou bastante satisfeita com o aspecto da gola e lapelas até ao momento. Em seguida vou fazer as presilhas dos ombros (não precisam de tutorial para isso, certo?) e depois avançarei para as mangas.
Esta sexta a nossa Missy foi esterilizada… Fiquei bastante preocupada e a sentir-me muito mal por a submeter a este sofrimento, mesmo sabendo que será melhor assim, mesmo para ela. Quando a fomos buscar a clínica ela veio muito fraca e cheia de dores, e quase chorei só de a ver assim. No dia seguinte já estava melhor e hoje parece quase “normal”… Isto tudo para dizer que ela também está a usar uma “gola”… Fiquei surpreendida com a facilidade com que ela se adaptou a usar aquilo!

This Saturday I managed to attach the collar and the upper body is starting to look like a real coat now. This method is often featured in BurdaStyle instructions when sewing some jackets and coats, and because of the lack of detail and illustrations/diagrams, the instructions are often misunderstood. Here’s the upper body in all its unfinished glory; notice that there is a “hole” formed by the facings and the upper body, and also notice that the SAs are stay stitched:

The SAs of the neckline (upper body and facings) should be clipped because they are round shaped and should fit on the less round shape of the collar neckline edge:

The collar is inserted into the “hole” and the neckline edges pinned together; the upper collar is pinned to the facings neckline edge and the under collar to the coat’s neckline edge. Start by pinning together at the center lines and shoulder notches and work your way around the entire collar, taking extra care at the corners. The less experienced should hand baste for more accuracy while stitching by machine later:

I stitch on the coat/facings side so I can use the staystitching as a guide and guarantee that the stay stitching will not be visible when the seam is finished (stitching a scant to the left of the staystitching):

I start stitching at one corner (for example on the coat’s side), backstitch, and continue stitching until reaching the other corner (pull the opposite collar side out of the way as seen in the next picture or you’ll stitch over it), then backstitch again. Repeat on the facings side:

Before pressing the seams flat open, the collar SAs should be notched:

Using a tailor ham, the SAs should be pressed open and lie perfectly flat:

Finally, turn the facings and the lapels to the right side and baste the edges favoring the visible side (facings on the lapels and fronts bellow the roll line), press the edges very carefully. The neckline seam allowances should be graded too (on the coat side they should be trimmed smaller) and then I pinned “facing side” together with “coat side” matching the stitching lines exactly (the pins are in the ditch on both sides):

The final steps are backstitching by hand in the ditch (facings side up), securing those two seams together and diagonal baste the lapels. Here’s the coat so far:

I am very pleased with how it looks so far. Next I’ll sew the shoulder tabs (there’s no need for a tutorial on that, right?) and I’ll move on to the sleeves.
This Friday we had our Missy sterilized… I was very worried about her and feeling awfully for putting her into this procedure, even knowing that it’s for the best. She came home very week and aching, I almost cried. The next day she was feeling better, and today she is almost “normal”… She is wearing a “collar” too, and I was surprised on how well she adapted to it: